Faleceu um familiar? Saiba o que fazer.
Será normal não sabermos o que fazer no caso de ocorrer um óbito de um familiar ou amigo, pois para além de tentarmos compreender os procedimentos a tomar, acresce o facto de estarmos emocionalmente alterados. Assim, para o efeito, consideramos necessário prestar um pequeno esclarecimento no caso da ocorrência de um óbito. 

Se o óbito ocorreu num hospital: 
Ocorrido o óbito num hospital, será por força da lei a própria instituição hospitalar a comunicar o mesmo à família do falecido. Após esta comunicação, a família não necessitará de deslocar-se ao estabelecimento hospitalar, pois a Agência Funerária que for da sua escolha e que irá responsabilizar pelo serviço fúnebre, encarregar-se-á de todas as formalidades obrigatórias. 

Se o óbito ocorreu num domicilio: 
Se o óbito ocorreu na residência habitual do falecido ou de outrem, a Agência Funeráriaresponsabilizada, através do seu representante, contacta o Médico de Família ou o Médico Assistente, ou ainda, se for necessário, o Delegado de Saúde da área de residência, afim de ser proceder à Certificação do Óbito.
 
Se o óbito ocorreu num lar ou casa de repouso: 
Se o óbito ocorreu num Lar, numa Casa de Repouso ou numa Casa de Saúde é a própria instituição, por força da lei, a comunicar o facto à família. Nesta situação, após contactar a Agência Funerária, a família deverá informar a sua opção à instituição onde o óbito ocorreu, para que esta tenha conhecimento sobre a Funerária que responsabilizou para tal serviço. Posteriormente o Agente Funerário entrará em contacto com a Direcção ou Serviços da Instituição para tratar de todo o processo inerente. 

Documentos necessários? 

Para que possamos iniciar todo o processo de organização de um funeral são necessários os seguintes documentos referentes à pessoa falecida: 

• Bilhete de Identidade / Cartão de Cidadão;
• Cartão de Contribuinte (Identificação Fiscal);
• Cartão de Beneficiário; 
• Cartão de Eleitor;

São também necessárias algumas informações para que se possa declarar óbito, como:
• A existência de bens da pessoa falecida e identificação dos seus herdeiros;
• Identificação do Cônjuge;
• Data e local do casamento;
• A existência de descendentes/herdeiros menores; 

É ainda importante informar-nos acerca de: 

• Existência de testamento;
• Alvarás de Sepulturas ou Jazigos;
• Outra documentação que seja relevante para se proceder ao funeral;

Funerária Memorial | Cascais - Parede - São Domingos de Rana
Para mais informações contacte-nos através do nº 800 200 363.
0 Comentários | Ver todos
Partilhar
Tags
cremação
faleceu um familiar
árvore
funerárias s.domingos de rana
funerárias parede
funerária alcabideche
funerária memorial
agência funerária parede
Deixe o seu comentário
Tags
cremacao
funerária em alcabideche
funerária memorial
segurança social
subsidio de funeral
funerária memorial
agência funerária em cascais
funerarias oeiras
funerárias em cascais
agência funerária parede
funerárias cascais
memorial bios
funerária alcabideche
crematório alcabideche
funerárias no estoril
funerárias parede
urnas cinzas
funeral para cremação
funerarias cascais
funerárias s.domingos de rana
funerária em são domingos de rana
prestações por morte
reembolso das despesas de funeral
centro funerário de cascais
centro funerario de cascais
pensão de viuvez
funeraria memorial
crematorio cascais
funerais e preços
agência funerária
crematório cascais
urna de sal
funeral para jazigo
cremação
memorial
funeral para sepultura
funerária em tires
funerarias lisboa
Ao usar este website, está a aceitar a utilização de cookies para análise, conteúdo personalizado e apresentação de anúncios.